+351 211823412

 vilsadbarreiro@gmail.com

Cesto de Compras

0 item(s)  - 0

Blog

Meias e collants de descanso

  • 2018-03-09

Meias e collants de descanso


Apesar das meias de descanso serem comparadas e confundidas com as meias de compressão, isso não corresponde à verdade. As meias de descanso diferem em pontos significativos das meias de compressão.

As meias de descanso não são o mesmo que meias de compressão


As meias de descanso servem principalmente para prevenir varizes. Ao contrário das meias de compressão, estas não têm uma pressão contínua e não são classificadas com as diferentes classes de compressão. Por isso mesmo, não são consideradas como um meio auxiliar medicinal, que um médico prescreve.

Venda sem receita médica


No entanto, aliviam as dores ligeiras sem qualquer grau de doença, como pernas pesadas e retenção de líquidos no tecido. Podem ser compradas no mercado livre, bem como em farmácias e parafarmácias.

 

 

Ler mais

Úlcera Varicosa - Visão Juzo

Úlcera Varicosa - Visão Juzo

  • 2017-09-18
  • úlcera varicosa ferida nas pernas má circulação meia elástica kit de úlcera

O sistema de meias de compressão

Para o tratamento da úlcera varicosa (Ulcus cruris)

Com longa experiência como fabricante de vestuário de compressão e em estreita colaboração com médicos e terapeutas, a Juzo desenvolveu um sistema de meias de compressão que facilita a terapia nos doentes que sofrem de úlcera varicosa (Ulcus cruris venosum).


O conjunto é composto por uma meia exterior, de malha plana, com elasticidade reduzida, Ulcer Expert, assim como por duas meias interiores, Ulcer Liner, para ir mudando e para a fixação do curativo ou da ligadura da ferida ulcerosa.


Juzo Ulcer Pro apresenta diversas vantagens, incluindo uma maior segurança durante o movimento (não escorrega) e o facto de o doente poder continuar a usar os seus sapatos normalmente.

 

Juzo Ulcer Liner

 

Esta meia de compressão de alta qualidade é feita em malha circular, para uma compressão prolongada, de dia e de noite, na perna afetada.

 

Juzo Ulcer Expert

 

Esta malha de compressão de alta qualidade é feita em malha plana e deve ser usada ao longo de todo o dia sobre a meia Juzo Ulcer Liner, para um reforço da compressão.

 

Características

 

O sistema de meias de compressão, tanto de série como feito por medida, é composto pelo seguinte:


1 meia exterior Juzo Ulcer Expert
•    De malha plana, da classe de compressão 2
•    Sem biqueira
•    Cor: bege


2 meias interiores Juzo Ulcer Liner
•    De malha circular, da classe de compressão 1
•    Com biqueira
•    Cor: branco

Juzo Ulcer Pro Add

Art. N.º 2571


A embalagem para entregas subsequentes contém o seguinte: 

Tamanhos de série


3 meias interiores Juzo Ulcer Liner
•    Malha circular, classe de compressão 1
•    Com biqueira
•    Cor: branco

Produtos feitos por medida


2 meias interiores Juzo Ulcer Liner
•    Malha circular, classe de compressão 1
•    Com biqueira
•    Cor: branco

 

 

Indicações

 

•    Tratamento da úlcera varicosa (Ulcus cruris venosum) em substituição ou                               como complemento das ligaduras de compressão após redução do edema


•    Prevenção da recidiva da úlcera varicosa (profilaxia da recidiva)

Ler mais

Meias de compressão

Meias de compressão

  • 2017-07-21
  • meias elasticas medi juzo terapia compressiva varizes meias de descanso tromboflebite

Compressão como terapia


Aplique pressão: Meias de compressão médicas, ou seja collants de compressão ajudam em doenças como varizeslinfedema ou lipedema. A compressão melhora o retorno venoso e da linfa.

Meias de compressão para as veias


A malha das meias exerce uma pressão nas veias ou seja no tecido e, melhora assim o retorno venoso. Os inchaços e congestões dolorosos diminuem. As meias de compressão são um meio auxiliar medicinal importante para a terapia, mas também são usadas para profilaxia, nos casos de profissões exercidas de pé, ou contra as tromboses de viagem.

As meias de compressão não são o mesmo que meias de descanso


As meias de compressão diferem-se em pontos essenciais das meias de descanso. São administradas por um médico. As pernas são medidas por um especialista de uma loja de especialidade médica. Depois as meias de compressão com as medidas exatas são entregues como modelo de série ou são confecionadas à medida. Em comparação, as meias de descanso não são adequadas para o tratamento de doenças, servem particularmente para a prevenção.


Além disso: O tempo das meias de borracha já era. As meias de compressão atuais não só têm um aspeto elegante, mas também podem ser vestidas com maior facilidade e devido aos materiais de alta qualidade são muito confortáveis.

Ler mais

Doença de Alzheimer, o que se pode ganhar com a Fisioterapia?

Doença de Alzheimer, o que se pode ganhar com a Fisioterapia?

  • Doença de Alzheimer estimulação cognitiva reabilitação motora Fisioterapia

Para além da Doença de Alzheimer ter consequências na capacidade de memória e cognição, com a evolução da doença tem consequências nas componentes de motricidade, entre elas:

- A postura, passa a ter um padrão de flexão. A Fisioterapia no seu âmbito de intervenção promove o ganho de força muscular e consciência corporal, minimizando os efeitos das alterações posturais;

- A marcha, com frequência passa a ser arrastada e lenta. A Fisioterapia é uma estratégia para  minimizar os efeitos da doença no padrão de marcha, assim como fornecer soluções para a realização da actividade por parte do cuidador;

- As actividades da vida diária, com a evolução da doença a independência do individuo fica comprometida. A Fisioterapia promove o treino de actividades da vida diária, com o objectivo de facilitar as tarefas de utente e cuidador;

- Rigidez muscular generalizada, associada à lentidão e inadequação de movimento. Com a mobilização articular e massagem, a rigidez é minimizada promovendo o movimento e harmonia na sua realização.

A intervenção da Fisioterapia nesta condição tem como objectivo diminuir a progressão e efeitos da doença. Promovendo a segurança do utente, independência e treino de actividades da vida diária, prolongando a capacidade do individuo ter mobilidade.

A adaptação/modificação das condições ambientais, ou seja da casa do utente, podem ser igualmente da competência da Fisioterapia.

A Fisioterapia actualmente deve ser executada com uma componente física e de estimulação cognitiva. Actividades de escrita, decorar palavras, nomear objectos, marcha com variação de percursos e música podem ser estratégias a utilizar.

Contacte a VILSAD para a Fisioterapeuta avaliar o seu familiar de forma a minimizar os efeitos da Doença de Alzheimer.

Contacte-nos.

Telefone fixo: 214077605

Telemóvel: 961321087

Ler mais

Fisioterapia na Doença de Parkinson

Fisioterapia na Doença de Parkinson

  • Doença de Parkinson tremor rigidez articular Fisioterapia

Com o envelhecimento da população ocorreu um aumento da prevalência da Doença de Parkinson. Esta doença caracteriza-se por tremor, movimento lentificado, rigidez muscular, inclinação do tronco para a frente, passos curtos, dificuldade em iniciar o movimento (começar a caminhar ou levantar de uma cadeira), perda de motricidade fina e de capacidade cognitiva.

A Fisioterapia é fortemente recomendada nos quadros iniciais ou de agravamento da doença.

Fornecendo o Fisioterapeuta pistas visuais e auditivas é possível trabalhar a componente motora e cognitiva, melhorando funcionalidade e qualidade de vida do utente.

Contacte a Vilsad e peça-nos a avaliação do seu familiar.

Telefone fixo: 214077605

Telemóvel: 961321087

Ler mais

Fisioterapia na recuperação de Prótese total da anca

Fisioterapia na recuperação de Prótese total da anca

  • Prótese total da anca quedas fracturas reabilitação

Devido à osteoporose, perda de massa muscular, deficit de equilíbrio e perda de campo visual, a fractura do colo do fémur é muito comum na população idosa.

Este tipo de fractura para além de ser alvo de internamento hospitalar, na grande maioria para colocação de Prótese Total da anca, é causadora em 40% dos idosos de incapacidade funcional durante o primeiro ano após fractura.

Neste âmbito, a Fisioterapia proporciona-lhe estratégias que promovem o ganho e manutenção de amplitudes articulares da anca, aumento de força muscular do membro inferior, treino de transferências e treino de equilíbrio e marcha.

Faz parte das competências do Fisioterapeuta a recomendação dos auxiliares de marcha adequados ao estádio de evolução funcional do utente. Assim como o ensino ao utente e família de cuidados a ter com o membro operado e possíveis alterações do domicílio para prevenção de quedas.

A Vilsad proporciona-lhe o serviço de Fisioterapia ao domicílio, assim como dispõem do material necessário para uma melhor recuperação.

Contacte-nos.

Telefone fixo: 214077605

Telemóvel: 961321087

Ler mais

Cuide/Mantenha a saúde dos seus Pés

Cuide/Mantenha a saúde dos seus Pés

  • fascite plantar esporão do calcâneo tendinite artrite artrose

Cuide/Mantenha a saúde dos seus Pés

Cuidar bem da saúde dos seus Pés, faz com que exista bom funcionamento dos ossos que ao todo são 26, juntando 112 ligamentos e 33 articulações. A harmonia estrutural desta região permite um melhor desempenho, menor desgaste e menos riscos de lesões.

  • Já parou para pensar se está a utilizar o calçado mais adequado para si?
  • Sabia que existem palmilhas ortopédicas que auxiliam na prevenção de lesões e más posturas ?

Uns pés pouco sãos poderão trazer todo o tipo de lesões  sendo as mais comuns no tornozelo, no joelho e nas costas.

 

 

Lesões do Pé mais comuns

  • Esporão do calcâneo
  • Fascite plantar
  • Tendinite
  • Artrite e artrose

 

 

Como prevenir lesões nos Pés?

Por forma a ter uma boa saúde dos seus pés recomenda-se a utilização de um calçado de qualidade e que forneça a estrutura e suporte adequado para cada pessoa. Qualquer calçado que não oferece conforto, estabilidade e estrutura adequados certamente irão colocar a saúde dos seus pés em risco.

É importante manter os pés sempre bem hidratados, deve informar os seus familiares e amigos que dores de costas, no joelho, no tornozelo, etc, podem resultar de um mau posicionamento ou saúde dos seus pés. Faça uma avaliação regular.

Se tem dores, é porque está com algum problema. Sendo assim, é importante procurar uma opinião médica, e fazer uma avaliação mais concreta de forma a realizar o processo de tratamento ideal para permitir boa recuperação.

 

Tratamento:

    

Ler mais

Fisioterapia para o Acidente Vascular Cerebral (AVC)

Fisioterapia para o Acidente Vascular Cerebral (AVC)

  • Acidente vascular cerebral AVC Fisioterapia Intervenção precoce avc barreiro avc moita recuperação de avc ficioterapia avc fisioterapia domicilio barreiro treino cognitivo barreiro treino cognitivo moita

O AVC pode ter como origem uma obstrução através da formação de um coágulo (isquémia) ou de ruptura de vasos sanguíneos (hemorragia).

Apesar da incidência marcada na população idosa, cada vez mais e devido aos hábitos de vida todas as faixas etárias podem sofrer AVCs.

O AVC é uma das principais causas de mortalidade em Portugal e principal causa de dependência e incapacidade.

A Fisioterapia é amplamente recomendada nesta condição. Sendo que está documentado que a intervenção precoce, ou seja nos primeiros 3 meses após AVC, é quando são obtidos os melhores resultados de reabilitação.

Com a existência da Rede Nacional de Cuidados Continuados, muitos utentes são sinalizados durante o internamento hospitalar. No entanto, existe tempo de espera para a integração do utente na rede.

Aguarde a integração do seu familiar, proporcionando-lhe a intervenção precoce da Fisioterapia de forma a obter os melhores resultados.

Peça informações na VILSAD e marque avaliação do seu familiar em domicilio.

Telefone fixo: 214077605

Tlm: 961321087

avc barreiro, acv moita, treino de avc barreiro, fisioterapia intensiva

Ler mais

Fisioterapia respiratória pediátrica

Fisioterapia respiratória pediátrica

  • Fisioterapia respiratória Cinesioterapia respiratória Ginástica respiratória bebés crianças bronquiolites

Conhecida por Ginástica respiratória ou Cinesioterapia respiratória, aplica-se em condições de infeção respiratória ou bronquiolite em que manifestamente o bebé ou criança apresente farfalheira, tosse, perda de apetite, alteração do sono e apatia.

A Fisioterapia respiratória pediátrica consiste em compressão das regiões do tórax e abdómen, com vista a diminuir o volume e aumentar a pressão pulmonar, com o objetivo de descolamento e libertação de secreções. Médicos clínicos gerais e Pediatras estão cada vez mais sensíveis à importância da intervenção da Fisioterapia nestas condições e aos seus benefícios.

A VILSAD realiza sessões ao domicilio, com o objetivo de facilitar a vida das crianças e pais. Disponibilidade de realização de domicílios durante a semana e fim de semana, em horários alargados a combinar. Realização de domicílios de Fisioterapia em toda a margem sul.

A VILSAD encontra-se disponível para parcerias e realização de sessões em creches e infantários. Contacte-nos.

Telefone fixo: 214077605
Tlm: 961321087

Ler mais

Fisioterapia respiratória no Idoso

Fisioterapia respiratória no Idoso

  • Fisioterapia respiratória Cinesioterapia respiratória Ginástica respiratória Idoso

A Ginástica respiratória ou Cinesioterapia respiratória no idoso, torna-se de extrema importância nesta época do ano, em que as gripes e constipações tem uma grande incidência.

Com o aumento da esperança de vida é frequente o diagnóstico de doenças respiratórias, tais como a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), Enfisema Pulmonar, Asma, infeções respiratórias e pneumonias. Sendo assim, a intervenção da Fisioterapia respiratória no idoso pode ter um carácter de tratamento e de prevenção.

Idosos acamados e com limitações de mobilidade geral, são bons candidatos a realizarem fisioterapia respiratória de forma continuada. A Fisioterapia respiratória como facilitadora da eliminação das secreções, funciona como ferramenta para minimizar o recurso a medicação e antibióticos.

A VILSAD realiza as sessões no conforto de sua casa, assim como está disponível para efetuar os tratamentos no lar ou residência sénior em que se encontra o seu familiar.

Contacte-nos!


Telefone fixo: 214077605
Telemóvel: 961321087

Ler mais

Fascite Plantar

Fascite Plantar

  • fascite plantar fascite plantar dor dor no pé fascia lata arco do pé

Fascite plantar:  É a uma inflamação da fáscia plantar, que é um tecido que cobre os músculos da planta do pé.

Causada geralmente por sobrecargas que estão relacionadas com diversos factores como, por exemplo, a pisada hiperpronada (Pé Chato). Outro factor que também é agravante desta patologia é a utilização de sapatos inadequados, pois além de impacto excessivo também podem causar stress na fáscia, e com isso gerar um processo inflamatório e muita dor.

 

Sintomas:

  • Dor na sola do pé e calcanhar nos primeiros passos pela manhã e que vai melhorando ao longo do caminhar;
  • Dor após ficar muito tempo em pé ou ao se levantar após um longo período sentado;
  • Dor na sola do pé após e/ou durante atividade física;
  • Dor a palpação da sola do pé e calcanhar;
  • Rigidez e tensão na sola do pé.

 

Fatores de risco:

  • Excesso de peso
  • Uso de calçado inadequado
  • Profissões que exijam muitas horas em carga
  • Esporão de calcâneo
  • Biomecânica da marcha, nomeadamente o ataque ao solo com calcanhar
  • Tensão sobre tendão de Aquiles
  • Pé Cavo ou Pé Plano
  • Encurtamento do tendão de Aquiles

Formas de Tratamento:

     

Ler mais

Lombalgia

Lombalgia

Lombalgia

Clinica

A dor lombar ou dor nas costas é um termo usado para definir a dor na região lombar causada geralmente por um síndrome músculo-esquelético e desordens relacionadas com as vértebras lombares e tecidos moles, como músculos, ligamentos, nervos e discos  intervertebrais.

A sua origem deve-se a várias causas, sendo as mais comuns, stress, esforço físico, atitudes posturais, embora certas patologias podem dar origem a lombalgias tais como a espondilose, espondilolistese, hérnia discal, etc…

Pelo tempo de duração da dor, as mesmas podem ser classificadas como aguadas ( 4 semanas), subagudas ( 1-3 meses) e crónicas ( mais de 12 semanas).

A sua origem pode ser vertebral, podendo ser estático, de origem ligamentosa, inflamatória, tumural, metabólica, alteração traumática ou alterações nas articulações interapofisárias posteriores, ou de origem extra vertebral como urológicas, ginecológicas, digestivas.

Sintomas

As lombalgias podem ser altas de forem entre as vertebras D12 e L4 e baixas se forem entre a L4 e o sacro. O paciente quando sente uma dor, esta, depende do tipo de lombalgia, podendo irradiar-se a partir da parte inferior das costas a um membro inferior e podendo também irradiar-se até à superfície interior da coxa, superfície exterior da coxa, joelho e barriga da perna ou superfície posterior da coxa, perna, calcanhar e pé. O desconforto pode ocorrer em situações em que está sentado ou se estiver de pé durante períodos prolongados, ou quando se executa algum esforço ou ainda um simples levantar. É frequente notar-se um aumento da curva lombar ou hiperlordose.

Tratamento

Ao comprimir a zona abdominal obteremos um efeito deslordosamento no sentido ântero-posterior enquanto o plano sagital absorve as tensões mecânicas nos corpos vertebrais.

Isto é conseguido com uma utilização de ortóteses sacrolombares, que limitam o movimento da zona lombar. Dependendo da origem da lombalgia e da gravidade da mesma, então será decidido o dispositivo apropriado tendo em conta o nível de contenção desejado. Em situações de abdómen proeminente existem modelos criados para estas situações.

Os sistemas de regulação permitem alterar a compressão.

http://www.vilsad.keyprime.pt/store/category/67

       

Fonte: Equipa técnica de Orliman

 

Ler mais

Epicondilites - Epitrocleites

Epicondilites - Epitrocleites

Epicondilites -  Epitrocleites

 

Clinica

Na maioria dos casos trata-se de uma doença tipicamente insercional (entesites), causada pelo trauma de trações repetidas ao nível de inserção dos músculos epicondileos.

A lesão passa por três fases:

- Fase inicial e rotativa.

- Fase inflamatória.

- Fase de caractersticas degenerativas

 

Sintomas 

Dor na zona de inserção no epicôndilo lateral.

Os mesmos aparecem quando ocorre uma epitrocleite.

 

Tratamento

Confrontado com uma crise, o repouso no trabalho e ou práticas despostivas durante 3 semanas acompanhado de um tratamento analgésico e anti-inflametório.

Aconselha-se o uso de braçadeiras funcionais ou dispositivos ortotésicos destinados a reduzir a força de tracção que os músculos excercem na inserção tenidnosa.

           

Fonte: Equipa técnica da Orliman

Ler mais